Veja como a tecnologia blockchain impacta no recrutamento de funcionários
Recursos Humanos

Veja como a tecnologia blockchain impacta no recrutamento de funcionários

Top Employers
Escrito por Top Employers

As criptomoedas chegaram para revolucionar o mercado financeiro, embora o sistema ainda não considere essa nova forma de gerar dinheiro. Antes de entrarmos mais a fundo neste assunto, você sabe o que é e como funciona a tecnologia blockchain?

O blockchain pode ser considerado um livro ou cadeia de blocos que tem como principal função registrar variados tipos de transações. Protegidas por camadas de criptografia, essas transações são registradas e reunidas em cada bloco, e os responsáveis por registrá-las são denominados mineradores.

Mas o que esta tecnologia tem a ver com gestão de pessoas e como pode otimizar o processo de recrutamento dentro da sua organização? Veja a seguir e tire suas dúvidas!

A tecnologia blockchain e os Recursos Humanos

Sabemos que esse novo sistema tem muitas chances de mudar o cenário financeiro e que, nos próximos anos, veremos o quanto ele pode crescer. A expectativa é que todas as formas de registros em papel sejam convertidas em blockchain, além das moedas. Isso facilitaria a emissão de alguns documentos, como a carteira de trabalho, RG, CPF, certidão de nascimento e notas fiscais.

O uso dessa tecnologia pode ajudar bastante nos setores de RH, melhorando os processos de recrutamento nas empresas. Com ela, o recrutador terá acesso a todos os registros dos candidatos, o que permitirá conhecer melhor cada profissional antes mesmo da entrevista.

Benefícios da tecnologia blockchain

Graças ao blockchain, poderemos solucionar problemas que acontecem dentro do mercado de trabalho. Entretanto, com a ausência dessa tecnologia, ainda é difícil saber, por exemplo, quais são as competências dos candidatos, já que eles podem registrar qualquer coisa no currículo com a única finalidade de preencher o papel.

Quando existe um único sistema para verificar as habilidades dos funcionários, não há necessidade de contar apenas com os registros de currículos adicionados pelas empresas.

Você já percebeu que as cartas de apresentação enviadas para as áreas de RH quase não diferem umas das outras, uma vez que qualquer pessoa tem acesso aos currículos prontos na internet. Os discursos são sempre os mesmos e o funil do recrutamento pode estreitar cada vez mais por conta disso. Esta situação prejudica principalmente os jovens que desejam entrar no mercado de trabalho.

Sabemos que nem sempre um currículo de qualidade significa que o candidato seja um bom funcionário. Por isso, todos os dados registrados pelo blockchain transmitirão mais confiança para os recrutadores, uma vez que não podem ser corrompidos. O sistema permitirá que profissionais armazenem toda a sua reputação e atividades, como promoções, habilidades adquiridas, desempenho em posições anteriores, etc.

A relação do blockchain com o RH das empresas

Este sistema único será responsável por verificar as habilidades dos futuros colaboradores, garantindo novas oportunidades de recrutamento. Além disso, a tecnologia também permitirá ao candidato acessar todos os dados de uma determinada candidatura para saber se ela realmente vale a pena e esta adequada ao seu perfil. 

Tudo isso abrirá mais espaço e oportunidades para recrutadores e candidatos. A criptografia garantirá ainda que nenhuma organização ou profissional faça alterações nas informações cadastradas no sistema.

É possível perceber que a tecnologia blockchain continuará mudando diferentes processos, incluindo o recrutamento. Logo, se usada corretamente, poderá trazer os melhores funcionários para dentro da sua empresa.

Gostou do assunto abordado no artigo? Quer saber mais? Então, veja como funciona o nosso processo de certificação e entenda como ele pode contribuir para a contratação dos melhores talentos!

Assine nossa Newsletter!

Gostou deste conteúdo? Aproveite os ícones abaixo e compartilhe na suas redes sociais

Sobre o autor

Top Employers

Top Employers

Deixar comentário.

Share This