Descubra 5 importantes ferramentas de gestão de pessoas
Gestão de Pessoas

Descubra 5 importantes ferramentas de gestão de pessoas

Top Employers
Escrito por Top Employers

A área de gestão de pessoas assume um papel cada vez mais estratégico nas empresas e é essencial que você encontre ferramentas e estratégias que permitam otimizar processos e aumentar a produtividade de sua equipe. Com isso, você melhora os resultados da área e, consequentemente, de sua empresa como um todo.

Mas, você sabe quais são as ferramentas de gestão de pessoas mais importantes na atualidade? Leia nosso artigo agora mesmo e descubra!

1. Employee Attitude Survey

Para melhorar os processos de sua empresa, é essencial que você entenda quais são as principais necessidades do negócio, não é mesmo? E é exatamente isso que essa ferramenta propõe!

O Employee Attitude Survey (Pesquisa de Atitude do Funcionário) é um questionário que pode ser montado pela equipe de RH da empresa para entender melhor quais são as principais necessidades da empresa na visão do colaborador. Para isso, você deve desenvolver uma escala com um conjunto de perguntas de acordo com o que sua equipe de RH julga como necessário de ser investigado.

Você pode questionar sobre a necessidade de treinamento do colaborador, formas de reconhecimento do trabalho realizado, ambiente físico da empresa, relacionamento com colegas e líderes, rotina de trabalho diária, entre outros aspectos.

Com isso, você é capaz de identificar problemas e gargalos na forma como sua empresa funciona, na rotina de trabalho instituída ou no ambiente organizacional, por exemplo, e criar planos de ação para gerar melhorias.

Além disso, esse tipo de ferramenta ajuda a aumentar a satisfação do colaborador com a empresa, uma vez que mostra que a opinião dele é valorizada na organização. Dessa forma, há um aumento na motivação, engajamento e retenção de talentos em sua empresa.

2. Cloud computing

Você já ouviu falar do Google Drive, Dropbox ou outras ferramentas de armazenagem de dados em nuvem, não é mesmo? Portanto, por que não utilizá-las no setor de RH de sua empresa?

A área de gestão de pessoas lida com uma série de dados e informações sobre a empresa e documentações referentes a todos os colaboradores que já passaram pelo negócio. Tudo isso deve ser armazenado de maneira segura e eficiente para garantir o sigilo das informações, mas, ao mesmo tempo, possibilitar o acesso de pessoas autorizadas para confecção de novas documentações ou relatórios.

O cloud computing (ou computação em nuvem) pode ser um grande aliado nesse aspecto. Armazenar todas as informações em um servidor seguro permite que sua equipe acesse esses dados de qualquer lugar e a qualquer momento, aumentando sua produtividade.

Além disso, você garante que pessoas não autorizadas não terão acesso a essas informações e ainda evita a perda de documentos devido a acidentes, como alagamentos, infiltração ou incêndios.

3. Avaliação de desempenho 360º  

Investir em seus colaboradores é uma das formas mais eficazes de se melhorar os resultados de sua empresa. Mas, você sabe se os treinamentos realizados são colocados em prática? Entende quais são os colaboradores que precisam de mais capacitação ou aqueles que apresentam melhor desempenho? Entende quais funcionários merecem reconhecimento devido aos seus bons resultados?

Tudo isso pode ser mensurado por meio de uma boa avaliação de desempenho. De todas as metodologias disponíveis hoje em dia, uma das mais utilizadas é a avaliação de desempenho 360º.

Essa ferramenta consiste em um questionário ou roteiro de entrevista semi-estruturada que deve ser aplicada a todos os colaboradores de sua empresa. Devem ser criadas perguntas específicas para cada um dos cargos e nível de hierarquia assumido pelo colaborador. Cada avaliação é aplicada ao próprio colaborador e todas as pessoas que trabalham diretamente com ele: líder, colegas de trabalho, entre outros.

Com isso, você consegue ter uma mensuração objetiva e abrangente do desempenho de seus funcionários de acordo com a avaliação de várias pessoas, o que torna o resultado mais confiável.

Você também pode comparar os dados da avaliação por terceiros com a autoavaliação realizada pelo colaborador, de forma a entender qual o nível de senso crítico que ele tem sobre os próprios resultados.

Essa ferramenta também gera insumos para a identificação de colaboradores que merecem reconhecimento por seu desempenho superior, assim como daqueles que estão abaixo da média. Você também identifica as principais competências exibidas por sua equipe e é capaz de detectar necessidades de treinamento e capacitação do time.  

4. Nine Box

O Nine Box, também chamado de matriz de desempenho potencial, é uma ferramenta que pode ser utilizada na gestão de talentos de sua empresa. Ela é uma matriz que conta com dois eixos: potencial e desempenho.

O eixo potencial indica quais são aquelas competências que os colaboradores apresentam hoje em dia a partir de metodologias de avaliação específicas para esse aspecto. Já o eixo desempenho indica os resultados reais gerados por seu time.

Com isso, você é capaz de classificar seus colaboradores de acordo com 9 categorias que indicam qual a probabilidade de sucesso futuro desse profissional em sua empresa. Além disso, essa ferramenta permite que você diagnostique alguns problemas e crie planos de ação para resolvê-los.

Para entender melhor, imagine que determinado colaborador tem grande potencial de liderança, mas não está exibindo quase nada dessa competência no dia a dia da empresa. Ele pode ser considerado, segundo o Nine Box, como um “diamante bruto”, o que significa que oferece potencial, mas precisa de intervenções para que ele se mostre. Assim, você pode articular estratégias, como mudança de cargo do funcionário, para que essa competência passe a ser utilizada.

5. Janela de Johari

A Janela de Johari é uma ferramenta que permite uma melhoria do autoconhecimento por parte dos colaboradores. Consiste em um diagrama formado por 4 quadrantes: conhecido, cego, desconhecido e oculto.

Esse diagrama deve ser preenchido por cada um de seus colaboradores com a ajuda dos colegas. O primeiro quadrante, chamado de conhecido, deve conter todas aquelas características que tanto a própria pessoa quanto os outros sabem sobre o colaborador. Você pode completar esse quadrante com adjetivos como comunicativo, extrovertido, desorganizado, entre outros.

O segundo quadrante, chamado de cego, é composto pelas características que seu colaborador não sabe ter, mas que as outras pessoas conseguem identificar. Você pode preencher com informações como “fala muito alto”.

Já o terceiro quadrante, chamado de desconhecido, é formado pelo que o colaborador sabe sobre ele, mas não compartilha com os outros, como o fato de ser uma pessoa muito tímida.

Enquanto isso, o quarto quadrante, chamado de oculto, sempre fica vazio, uma vez que é formado por coisas que nem a própria pessoa nem os outros sabem. Esse é o caso de, por exemplo, alguém que ronca, mas nunca percebeu isso e nem dormiu próximo a outras pessoas.

Essa ferramenta permite que você e o próprio colaborador melhorem o conhecimento sobre as principais características e competências do profissional. Com isso, ele ganha mais consciência sobre seus pontos fortes e fracos e pode, a partir disso, assumir o controle sobre o próprio desenvolvimento.  

Com essas 5 ferramentas de gestão de pessoas, você está pronto para potencializar os talentos de sua empresa e aumentar a produtividade de sua equipe de RH!

Aproveite para ler também nosso próximo artigo sobre cinco erros de gestão que podem prejudicar seus colaboradores e melhore ainda mais a gestão de pessoas! 

Assine nossa Newsletter!

Gostou deste conteúdo? Aproveite os ícones abaixo e compartilhe na suas redes sociais

Sobre o autor

Top Employers

Top Employers

Deixar comentário.

Share This